Sistema de aluguel de escravos em obras públicas viárias do Brasil Império: uma análise das listas nominais de trabalhadores livres e escravos em Minas Gerais (1867-1873)

Télio Cravo

Resumo


Este estudo explora o sistema de aluguel de escravos e a participação de dezenas de proprietários escravistas em obras públicas viárias a fim de contribuir para o debate sobre a escravidão e a liberdade no Brasil. Para tanto, analisa as listas nominais de trabalhadores livres e cativos em obras viárias da província de Minas Gerais. Valendo-se dessas listas, fonte primária pouco explorada pela historiografia, esta pesquisa analisa a ocupação e a condição social dos trabalhadores, bem como as taxas de retorno brutas anuais obtidas pelos donos de escravos alugados nas décadas de 1860 e 1870.


Palavras-chave


Trabalhadores; Sistema de Aluguel de Escravos; Infraestrutura Viária

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Télio Cravo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS

Qualis Capes B1 - A Nacional 

Desde 07 de março de 2009

A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais utiliza  Licença Creative Commons Attribution 4.0

Creative Commons License

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia