Elites locais e suas bases sociais na América Portuguesa: uma tentativa de aplicação das social network analysis.

Autores

  • Tiago Luís Gil UnB

Palavras-chave:

Análise de redes sociais. Contrabando. Elites

Resumo

As análises de redes sociais (social network analysis) foram desenvolvidas para o estudo das relações existentes entre os agentes, de forma a demonstrar com maior clareza as teias que se formam nas interações humanas. Tal metodologia de análise dá especial atenção às conexões sociais, sejam estas de parentesco, amizade, afinidade, ou quaisquer outros tipos indicados pelo pesquisador que, além de definir a qualidade das relações, aponta sua intensidade, baseado em critérios pré-estabelecidos. Para testar esta metodologia, vamos lançar mão de um caso particular, uma parcela da elite da Capitania do Rio Grande de São Pedro, sul da América Portuguesa, em finais do século XVIII. Neste trabalho, identificamos a existência de um “bando” na fronteira sul do Estado do Brasil, com forte atuação no contrabando. A metodologia empregada e o gráfico gerado foram relevantes, não apenas para a testar algumas hipóteses, mas também para a identificação de novos problemas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tiago Luís Gil, UnB

Professor do Departamento de História da UnB. Coordenador do “Atlas Digital da América Lusa”.

Downloads

Publicado

2015-05-31

Como Citar

Gil, T. L. (2015). Elites locais e suas bases sociais na América Portuguesa: uma tentativa de aplicação das social network analysis. Revista Brasileira De História &Amp; Ciências Sociais, 3(6). Recuperado de https://www.rbhcs.com/rbhcs/article/view/10450