Políticas Editoriais

Foco e Escopo

           A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais — RBHCS — (ISSN 2175-3423) é um periódico científico da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), vinculado ao Programa de Pós-Graduação em História, e foi criado para atender a necessidade de maior circulação do conhecimento acadêmico, buscando promover o diálogo entre a História & as Ciências Sociais.

           Desenvolvida com o apoio de professores das mais distintas Instituições de Ensino Superior do país e do exterior, a RBHCS vem dar oportunidade para o público acadêmico publicar suas descobertas em um espaço com os pareceristas das mais renomadas revistas de História & Ciências Sociais do Brasil e do exterior.

           A RBHCS é uma revista eletrônica de periodicidade semestral que busca promover o diálogo mais próximo entre a História & as Ciências Sociais, não objetivando que Historiadores façam trabalhos de Cientistas Sociais, nem o inverso, mas sim que as áreas do conhecimento sejam enriquecidas pelo diálogo oriundo das trocas de conhecimento e experiência.

           Este periódico eletrônico possui quatro grandes eixos temáticos: Arqueologia/Antropologia, Historiografia & Teoria Social, Pensamento Social Brasileiro e Reflexões sobre a Antiguidade, a Modernidade e a Contemporaneidade. Possuindo quatro seções para a publicação de trabalhos: Artigos, Resenhas & Transcrições e Dossiê Temático, possuindo também um espaço para publicação de pesquisas em andamento ou já concluídas no Informe de Pesquisas.

           Assim, é o objetivo central da Revista Brasileira de História & Ciências Sociais que ela se torne um instrumento de diálogo e enriquecimento tanto para a História quanto para as Ciências Sociais.

           A RBHCS abre espaço para a publicação de trabalhos acadêmicos nas seguintes seções:

           Artigos Livres de caráter semestral, composta por até 10 artigos tanto de História quanto de Ciências Sociais.

           Resenhas & Transcrições de caráter semestral, composta por até 3 resenhas e 3 transcrições.

           Dossiê Temático de caráter anual, composta por até 4 artigos inéditos.

           Pesquisas de caráter anual, composta por até 4 informes de pesquisas.   

 

Políticas de Seção

Dossiê

Política padrão de seção.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos Livres

Política padrão de seção.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Acadêmicos e Pesquisas

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Transcrições de Documentos

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Traduções

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Os trabalhos enviados serão primeiramente analisados pelo Conselho Editorial em relação à adequação à linha editorial e às normas da revista. A decisão desta análise será comunicada aos autores (via página do usuário). Após o que serão submetidos à avaliação do tipo blind review feita por pares de consultores membros do Conselho Consultivo da RBHCS e/ou pareceristas ad hoc convidados pelo Conselho Editorial, com base nas linhas de pesquisas dos mesmos, em caso de divergência entre os pareceres, solicita-se um terceiro parecer. A decisão final será comunicada ao autor.

A aceitação final dos trabalhos depende dos seguintes critérios:

  • Recomendação dos pareceristas;
  • Efetivação dos ajustes necessários pelo(s) autor(es);
  • E aprovação do Conselho Editorial, cuja resolução contemplará seis diferentes avaliações:
  1. Aceitar;
  2. Correções obrigatórias;
  3. Submeter novamente para avaliação;
  4. Enviar para outra revista;
  5. Rejeitar
  6. Ver comentários

 

Periodicidade

Publicação Semestral.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Declaração de Direito Autoral

Concedo a Revista Brasileira de História & Ciências Sociais o direito de primeira publicação da versão revisada do meu artigo, licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution (que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista).

Afirmo ainda que meu artigo não está sendo submetido a outra publicação e não foi publicado na íntegra em outro periódico e assumo total responsabilidade por sua originalidade, podendo incidir sobre mim eventuais encargos decorrentes de reivindicação, por parte de terceiros, em relação à autoria do mesmo.

Também aceito submeter o trabalho às normas de publicação da Revista Brasileira de História & Ciências Sociais acima explicitadas.

 

Posição ética da RBHCS

Os artigos cujos autores são identificados representam a expressão do ponto de vista de seus autores e não a posição oficial da Revista Brasileira de História & Ciências Sociais.

 

Livro do Ano RBHCS

O Conselho Editorial da Revista Brasileira de História & Ciências SociaisRBHCS — elegeu como Livro do Ano 2020:

 

RUCKERT, Fabiano Quadros; et al. (Org.). Histórias da pobreza no Brasil. Rio Grande/RS: Editora da FURG, 2019. 

 

Livro do Ano 2019

GOMES, Flávio dos Santos; SCHWARCZ, Lilia Moritz. Dicionário da escravidão e liberdade: 50 textos críticos. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

Livro do Ano 2018

MARCÍLIO, Maria Luiza. A história em todos os seus sentidos: demografia histórica e questões contemporâneas. Organização: Ana Scott; Carlos Bacellar; Renato Franco; Renato Venancio. Belo Horizonte: Editora PUC Minas, 2017.

Livro do Ano 2017

CARDOZO, José Carlos da Silva; et al. (Orgs.). História das crianças no Brasil Meridional. São Leopoldo: Oikos; Editora UNISINOS, 2016, 470p.

Livro do Ano 2016

WEIMER, Rodrigo de Azevedo. Felisberta e Sua Gente: Consciência Histórica e Racialização Em Uma Família Negra No Pós-Emancipação. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2015, 272p.

Livro do Ano 2015

SCOTT. Ana Silvia Volpi; et al. (Orgs.). História da Família no Brasil Meridional: temas e perspectivas. São Leopoldo: Oikos; Editora UNISINOS, 2014, 360p.

Livro do Ano 2014

CARDOSO, Fernando Henrique. Pensadores que inventaram o Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2013, 329p.

Livro do Ano 2013

PINSKY, Carla Bassanezi; PEDRO, Joana Maria. (Org.). Nova história das mulheres no Brasil. São Paulo: Contexto, 2012, 555p.

Livro do Ano 2012

WILCKEN, Patrick. Claude Lévi-Strauss: o poeta no laboratório. Tradução Denise Buttmann. Rio de Janeiro: Objetiva, 2011. 389p.

Livro do Ano 2011

MALERBA, Jurandir (Org.). Lições de História: o caminho da ciência no longo Século XIX. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2010. 492p.

Livro do Ano 2010

FONSECA, Claudia; SCHUCH, Patrice (Orgs.). Políticas de proteção à infância: um olhar antropológico. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009. 320p.

Livro do Ano 2009

BURKE, Peter. História e Teoria Social. Tradução Klauss Brandini Gerhardt e Roneide Venâncio Majer. São Paulo: Editora Unesp, 2002. 275p.

 

 

Política de Taxas para Processamento de Artigos

Este periódico não cobra taxas para processamento de artigos (APCs - article processing charges).

 

Declaração de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.

 

Ineditismo e originalidade

Ao submeter o manuscrito, os autores garantem que o trabalho não foi previamente publicado nem está sendo analisado por outra revista.

No momento da submissão, os autores assumem a responsabilidade de não utilizar dados falsos ou copiados.

Plágio, uso fraudulento de dados, manipulação de citações e falsa autoria não serão tolerados em nenhuma circunstância.

Não são aceitáveis cópias literais de trechos já publicados, a não ser em casos excepcionais, na forma de citação (ver "Regras para citações de textos na íntegra" nas Diretrizes para Autores).

RBHCS utiliza um software de identificação de similaridade: textos copiados serão identificados e o trabalho será devolvido aos autores.

Ilustrações e gráficos de outras fontes devem ser creditados, ou acompanhados de permissão de seus titulares de direitos autorais, se aplicável.

 

Correção de Erros e Retratações

Após a publicação, os autores devem notificar o editor se algum erro for identificado, a fim de publicar uma errata, adendo ou aviso.

No caso de os editores serem informados de qualquer acusação de má conduta, o editor ou o editor tratará as alegações adequadamente.

RBHCS segue as diretrizes do COPE para retratar ou corrigir artigos. Os editores estão dispostos a publicar correções, esclarecimentos, retrações e desculpas quando necessário. Serão tomadas medidas pertinentes para identificar e prevenir a publicação de trabalhos com erros ou má conduta ética na pesquisa.

 

Sigilo

O manuscrito enviado para avaliação é um documento privilegiado e será protegido de qualquer forma de exploração. Componentes da equipe editorial e pareceristas são orientados a não citar um manuscrito antes que seja publicado e não distribuir ou usar as informações que ele contém para o avanço de sua própria pesquisa. Durante a revisão, o manuscrito não deve ser mostrado nem discutido com outros, e ninguém mais deve ser envolvido na revisão, exceto, em casos especiais, pessoas que podem fornecer algum parecer específico. Nesse caso, o revisor mantém a responsabilidade de garantir a confidencialidade. O revisor deve informar o editor sobre outros que tenham feito contribuições significativas para uma revisão.

 

Princípios éticos e boas práticas

Este periódico tem um compromisso com a ética e a qualidade das publicações. Defendemos um comportamento ético de todas as partes envolvidas na publicação em nosso periódico: autores, editor, pareceristas e a Editoria de Periódicos Científicos. Não aceitamos plágio ou qualquer outro comportamento antiético.

 

Deveres do Editor:

 

  • Decisão de publicação: o editor é responsável por decidir quais artigos submetidos à revista devem ser publicados. O editor é guiado pelas políticas decididas pelo Conselho Editorial, pelo Conselho Consultivo e pela Editoria de Periódicos Científicos da Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Essas políticas devem obedecer às exigências legais em vigor sobre difamação, violação de direitos autorais e plágio. Para tomada de decisões o editor pode consultar o Comitê Científico, o Conselho Editorial e a Editoria de Periódicos.
    • Transparência e respeitoo editor deve avaliar os manuscritos submetidos sem levar em conta a raça, sexo, a orientação sexual, a crença religiosa, a origem étnica, a nacionalidade ou a filosofia política dos autores.

    • Confidencialidadeo editor e demais membros da equipe editorial não devem divulgar qualquer informação sobre um manuscrito submetido, a não ser aos pareceristas e os conselheiros editoriais.

    • Divulgação e conflitos de interesseO editor não deve utilizar materiais inéditos divulgados em um manuscrito submetido em pesquisas próprias sem o consentimento expresso e por escrito do autor. O editor deve recusar avaliar os manuscritos em que tenha conflitos de interesse por questões competitivas, colaborativas ou outros relacionamentos ou ligações com qualquer um dos autores, empresas ou (possivelmente) instituições ligadas aos manuscritos.

  • Envolvimento e cooperação em investigações: o editor deve tomar medidas necessárias cabíveis quando foram apresentadas reclamações éticas a respeito de um manuscrito submetido ou artigo publicado.

 

Deveres dos Pareceristas:

 

  • Contribuição para as decisões editoriais: a revisão dos pareceristas auxilia o editor na tomada de decisões editoriais e por meio das comunicações com o autor também pode auxiliar o mesmo na melhora do artigo.
  • Pontualidadequalquer avaliador de artigo que não se sinta qualificado para analisar o artigo ou sabe que a sua imediata leitura será impossível deve notificar imediatamente o editor.
  • Confidencialidade: os trabalhos recebidos para análise devem ser tratados como documentos confidenciais. Eles não devem ser mostrados ou discutidos com os outros.
  • Padrões de objetividade: os pareceres devem ser conduzidos de forma objetiva. Os pareceristas devem expressar seus pontos de vista de maneira clara e apoiados em argumentos.
  • Sobre as fontes: os pareceristas devem identificar trabalhos publicados relevantes que não foram citados pelos autores. O parecerista deve chamar a atenção do editor sobre qualquer semelhança substancial ou sobreposição entre o manuscrito em questão e qualquer outro artigo publicado de que tenha conhecimento pessoal.
  • Divulgação e conflito de interesses: informações privilegiadas ou ideias obtidas pelo parecerista por meio da leitura dos manuscritos devem ser mantidas em sigilo e não devem utilizadas para proveito pessoal. O parecerista não deve avaliar manuscritos em que tenha conflitos de interesse por questões competitivas, colaborativas ou outros relacionamentos ou ligações com qualquer um dos autores, empresas ou instituições ligadas aos manuscritos.

 

Deveres dos Autores:

 

  • Normas gerais: os autores de trabalhos que se referem a pesquisas originais devem apresentar um relato preciso do trabalho realizado, bem como uma discussão objetiva sobre o seu significado. Dados complementares devem ser representados com precisão no artigo. O documento deve conter detalhes suficientes e referências que permitam que outros possam replicar o trabalho. Declarações fraudulentas ou intencionalmente imprecisas constituem um comportamento antiético e são inaceitáveis.
  • Originalidade e plágioos autores devem garantir que as obras são inteiramente originais e se eles utilizam o trabalho e/ou textos dos outros que isso seja devidamente citado. Plágio em todas as suas formas constitui um comportamento editorial antiético e é inaceitável.
  • Publicação múltipla, redundante e simultânea: um autor não deve publicar manuscritos que descrevam essencialmente a mesma pesquisa em mais de um periódico. Enviar o mesmo manuscrito para mais de uma revista ao mesmo tempo e/ou publicar o mesmo artigo em mais de um periódico constitui um comportamento editorial antiético e é inaceitável.
  • Sobre as fonteso trabalho de outros autores deve sempre ser reconhecido. Os autores devem citar as publicações que foram importantes na determinação da natureza do trabalho relatado. As informações obtidas em particular, como em uma conversa, correspondência, ou discussão com terceiros, não devem ser utilizadas ou relatadas sem a permissão explícita por escrito da fonte. As informações obtidas por meio de serviços confidenciais, tais como arbitragem manuscritos ou pedidos de bolsas, não devem ser utilizadas sem a permissão explícita por escrito do autor do trabalho envolvido nestes serviços.
  • Autoria: a autoria do trabalho deve ser restrita àqueles que fizeram uma contribuição significativa para a concepção, projeto, execução ou interpretação do estudo relatado. Todos aqueles que fizeram contribuições significativas devem ser listados como coautores. Pessoas que participaram em certos aspectos do projeto de pesquisa devem ser listadas como colaboradores. O autor principal deve garantir que todos os coautores apropriados estejam incluídos no artigo. O autor principal também deve certificar-se que todos os coautores viram e aprovaram a versão final do manuscrito e que concordaram com sua submissão para publicação.
  • Divulgação e conflitos de interessestodos os autores devem divulgar no manuscrito qualquer conflito financeiro ou de outra natureza que possa influenciar os resultados ou a interpretação de seu manuscrito. Todas as fontes de apoio financeiro para o projeto devem ser divulgadas.
  • Erros fundamentais em trabalhos publicados: quando um autor descobre um erro significativo ou imprecisão em seu trabalho publicado é obrigação do autor informar imediatamente o editor da revista ou a Editoria de Periódicos e cooperar com o editor para corrigir o artigo.

 

Deveres da Editoria de Periódicos Científicos

 

Estamos empenhados em garantir que publicidade, reimpressão ou qualquer outra fonte de receita comercial não tenha qualquer impacto ou influência sobre as decisões editoriais.

 

* Esta declaração se baseia nas recomendações da Elsevier e no Best Practice Guidelines for Journal Editors do Committee on Publication Ethics - COPE.



Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia